GWS Logomarca Prefeitura Barão de Melgaco G2

Você está aqui:

Notícias (Secretaria de Educação)

Notícias (Secretaria de Educação)

IMG 20210922 084253A Secretaria Municipal de Educação de Barão de Melgaço promoveu no último dia 22/09 o 2° Encontro de Formação Continuada, Roda de Conversa sobre o andamento das aulas no Ensino Remoto e Híbrido. Teve como tema principal "A Construção do Portfólio como instrumento de registro na Rede Municipal de Ensino".
A formação continuada de professores tem sido entendida hoje como um processo permanente e constante de aperfeiçoamento dos saberes necessários à atividade dos educadores. Ela é realizada após a formação inicial e tem como objetivo assegurar um ensino de qualidade cada vez maior aos alunos.
Durante a abertura do encontro a Secretária Municipal de Educação Jaqueline Taques, destacou a importância do evento para o aprimoramento da Educação Básica tendo em vista que o portfólio ajuda o professor na análise mais assertiva do desempenho dos alunos e das dificuldades encontradas em sala. A Secretária destacou também os avanços e dificuldades da pasta e a expectativa de um 2022 promissor para a Educação Municipal.
Participaram do encontro Professores, Coordenadores e Técnicos de todas as Escolas Municipais de Barão de Melgaço. O curso foi ministrado pelas palestrantes Glória Negrão e Franciscarla Silva.

No último dia 17, a Prefeita Margareth Gonçalves (PSDB) juntamente com o secretário de educação, Professor Orlando Jucelino da Luz, e os vereadores Adauto Luiz da Silva (PSDB), Kito (PSDB), Professor Dedé (PRÓS) e Geto (PT), foram recebidos pelas lideranças juntamente com um grupo de moradores da comunidade de Cuiabá mirim.


Durante a visita, pais, professores e coordenação, puderam reivindicar diretamente à chefe do poder executivo as necessidades da escola e as mazelas que todos os dias são vivenciadas estudantes da região.


A Prefeita Margareth Gonçalves ouviu atentamente aos moradores, prometendo providenciar as solicitações e de imediato determinou a aquisição dos matérias que ainda restam para o andamento da reforma da escola municipal.
“É necessário salas dignas, com coberturas que proporcional conforto e segurança aos alunos, professores e cozinheiras”, disse a senhora Zaira, morada da região e mão de aluno.


O senhor Domingos destacou que os materiais recebidos como forma de doação, necessitam de atenção e respeito por aqueles que ali confiaram na seriedade da comunidade, conclui.


Os vereadores presentes afirmaram que estarão ao lado da Prefeita Margareth Gonçalves, proporcionando todo apoio necessário para atender as necessidades da comunidade e que estarão à disposição, juntamente com a Câmara Municipal, em busca do que for melhor para toda região.

Veja fotos do dia:

O prazo para as Secretarias de Educação aderirem ao Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic) e às ações de formação do Programa Novo Mais Educação (PNME) foi prorrogado para o dia 18 de agosto de 2017. O alerta é feito pela Confederação Nacional de Municípios (CNM).

Destaca-se, no entanto, que, segundo informações da Secretária de Educação Básica do Ministério da Educação (SEB/MEC), a prorrogação do prazo não vai alterar a data de cadastramento dos profissionais que participarão da formação continuada. A data limite para essa situação continua sendo 31 de agosto.

Publicada no Diário Oficial da União (DOU) no dia 10 de agosto, a Portaria 826/2017 dispõe sobre o Pnaic, suas ações, diretrizes gerais e a ação de formação no âmbito do Programa Novo Mais Educação. Na normativa, é possível esclarecer de forma detalhada o funcionamento do pacto, o papel dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.

Com a publicação, passa a ser possível ampliar a alfabetização em língua portuguesa e em matemática; a realização de avaliações com foco na alfabetização, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep); e o apoio gerencial, técnico e financeiro aos entes que tenham aderido às ações do Pnaic, para sua efetiva implementação.

A CNM também esclarece que as ações de formação tanto do Pnaic quanto do PNME têm por objetivo garantir aos estudantes dos sistemas públicos de ensino do país que estejam alfabetizados em língua portuguesa e matemática até o final do 3º ano do ensino fundamental. Além disso, busca reduzir a distorção idade-série na Educação Básica, melhorar o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e contribuir para aperfeiçoamento e desempenho dos professores.

Orientações
A fim de facilitar a compreensão sobre o Pnaic 2017, o Ministério da Educação (MEC) divulgou o documento orientador do programa com informações sobre adesão, gestão, formação, material didático e organização das oficinas. Além disso, o documento disponibiliza dois anexos que tratam dos participantes e de suas atribuições e outro que trata do apoio financeiro – bolsas.
No caso de dúvidas, o MEC criou um canal de comunicação pelo Fale Conosco, disponível por meio do telefone 0800-616161 ou no site aqui (http://mec.cube.call.inf.br).

Consulte aqui o documento

Acesse aqui o fale conosco


Leia aqui a íntegra da Portaria 826/2017

 

Fonte: Agência CNM

654Recursos públicos recuperados em ações de combate à corrupção poderão ser destinados prioritariamente à educação.  É o que estabelece projeto (PLS) 291/2014) a ser analisado pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) em reunião marcada para a próxima terça-feira (11), às 11h.

Pelo projeto, do senador Cristovam Buarque (PPS-DF), esses recursos serão destinados ao Fundo Social — criado em 2010 para receber recursos da exploração do pré-sal. O senador lembra que o Fundo Social foi criado para garantir recursos para o desenvolvimento social e regional, na forma de programas e projetos nas áreas de educação, cultura, esporte, saúde pública, ciência e tecnologia, meio ambiente e adaptação às mudanças climáticas. A lei determina que metade dos recursos sejam destinadas à educação e à saúde. Dessa metade, 75% são destinados à educação.

Cristovam observa que a corrupção e os esquemas de lavagem de dinheiro drenam um grande volume de recursos que deveriam ser usados em políticas de estímulo ao crescimento do país. Ele cita estudo da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), segundo o qual o custo da corrupção equivale a cerca de 2% do Produto Interno Bruto (PIB). Segundo Cristovam, o investimento na educação vai ajudar, inclusive, no combate à corrupção.

O projeto tem o apoio do relator, senador Pedro Chaves (PSC-MS), e tramita em caráter terminativo. Se aprovada na CAE, e não houver recurso para ser votada em Plenário, a matéria seguirá para a análise da Câmara dos Deputados.

Outros projetos

A CAE também analisará o projeto de lei da Câmara (PLC) 100/2015 que cria 270 cargos de Analista Judiciário e outros 54 cargos em comissão no Tribunal Superior do Trabalho (TST). O relator, senador Raimundo Lira (PMDB-PB), é favorável ao projeto — que seguirá para o Plenário do Senado, se aprovado na comissão.

Também consta da pauta da CAE a autorização (MSG 15/2017) para a contratação de crédito externo junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O valor de US$ 150 milhões será destinado ao Programa Nacional de Apoio à Gestão Administrativa e Fiscal dos Municípios Brasileiros.

A CAE ainda analisará a indicação do economista Gabriel Leal de Barros para o cargo de diretor da Instituição Fiscal Independente (IFI) do Senado. Gabriel de Barros é mestre em Finanças e Economia Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas

Fonte:Agência Senado

Governador no projeto Ribeirinho CidadãoA população de Barão de Melgaço só teve boas notícias na manhã deste sábado (11.02). Além de receber a etapa fluvial do Ribeirinho Cidadão 2017, o município será beneficiado com investimentos em educação e infraestrutura urbana. O anúncio foi feito pelo governador Pedro Taques durante o lançamento da segunda fase do projeto.

Em vez de reformar a Escola Estadual Antônio Paes de Barros, o Estado decidiu pela construção de um novo prédio. Para isso, o município deverá ceder uma área específica para esta obra. De acordo com o governador, o secretário de Estado de Educação, Esporte e Lazer, Marco Marrafon, esteve em Barão de Melgaço em dezembro do ano passado para analisar a viabilidade de uma reforma, mas o Governo decidiu por erguer uma nova escola.

Quanto à infraestrutura, as Secretarias de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT) e das Cidades (Secid-MT) devem viabilizar a entrega de lama asfáltica para recuperar as vias urbanas. Ainda nessa área, o governador se comprometeu a ajudar o município com o projeto de abastecimento de água. “O deputado federal Fábio Garcia destinou emenda para a Estação de Tratamento de Água (ETA) e nós vamos ajudar a resolver o problema de abastecimento de água, assim como estamos fazendo em Chapada dos Guimarães”, garantiu.

Segundo o prefeito de Barão de Melgaço, Elvio de Souza Queiroz, o anúncio do governador traz alívio e esperança para a população, que há muito tempo recebe na torneira uma água comprometida pela falta de um sistema de tratamento eficiente. “Isso é qualidade de vida para a população”, reforçou o gestor municipal.

Ribeirinho Cidadão

A fase fluvial do projeto iniciou neste sábado (11.02), em Barão de Melgaço, e com a participação efetiva do Governo de Mato Grosso. Esta 10ª edição conta com o apoio da carreta da Caravana da Transformação, que disponibiliza consultas oftalmológicas com dois médicos especialistas.

“Existe um déficit de atendimento ao cidadão e este projeto mostra que é possível ter ações emergenciais sem esquecer as ações estruturantes. É exemplar e o Governo do Estado precisa estar junto”, frisou Taques.

A carreta, que já passou por Santo Antônio de Leverger, vai estacionar em Poconé de 18 a 20 de fevereiro. Após a realização de todas as consultas, será marcado o local para a realização de cirurgias de catarata e pterígio nos pacientes com diagnóstico.

O governador também defendeu a ampliação do projeto, que é idealizado pela Defensoria Pública e realizado com o apoio do Tribunal de Justiça (TJMT) e demais parceiros. “Estamos em conversas com o Tribunal de Justiça e a Defensoria Pública para tentar levar o Ribeirinho Cidadão para o Rio Araguaia, passando por toda aquela região, quem sabe até Cocalinho”.

Para o sub-defensor público do Estado, Márcio Dorileo, com a união de forças entre as instituições, a exemplo da 10ª edição, é “perfeitamente possível” levar o Ribeirinho Cidadão para outras regiões, não apenas para o Araguaia. “É uma alegria perceber que o governador abraçou esse projeto que não é mais só da Defensoria, em parceria com o Tribunal de Justiça e demais instituições, é uma ação de Estado”.

Com quase 10 mil atendimentos e ainda metade da jornada, o Ribeirinho Cidadão de 2017 deve superar todos os anos anteriores. Isso, segundo o presidente do TJ, desembargador Rui Ramos, demonstra a necessidade desse tipo de atendimento no local onde as pessoas vivem. “Constatamos mais uma vez que há muito campo para se explorar e existem outras regiões do estado que merecem essa atenção e, portando, tudo nos conduz a repetir e evoluir”.

Sobre o projeto

O Ribeirinho Cidadão é realizado desde 2008, com o objetivo de levar serviços de saúde, justiça e cidadania para uma população isolada e desprovida de assistência social e judiciária. Este ano, na etapa terrestre, o projeto passou por comunidades rurais de Santo Antônio de Leverger, Juscimeira e Mimoso.

A fase fluvial é feita em barcos, voltada para os municípios de Barão de Melgaço e Poconé, com término no dia 20 de fevereiro. Esta etapa também contará com os serviços do Navio de Assistência Hospitalar Tenente Maximiano, da Marinha do Brasil, que saiu há 15 dias de Ladário, município sul mato-grossense. No navio, são oferecidos atendimentos médico e odontológico, além de distribuição de medicamentos para quem precisa.

São parceiros da expedição a Defensoria Pública, Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Marinha do Brasil, Governo de Mato Grosso, Assembleia Legislativa (ALMT), Prefeituras, Tribunal Regional do Trabalho (TRT-MT), Ministério Público Estadual (MPE), Juizado Volante Ambiental de Cuiabá, Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), Ministério do Trabalho e Emprego, Receita Federal, Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Secretarias de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) e de Saúde (SES-MT), Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá e Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu).

 

Fonte: Gcon - MT

Página 1 de 2

Prefeitura de Barão de Melgaço